18 de mar de 2009

FH: Vale a Pena Ver de Novo

Esta é a entrevista de éfeagá no programa Hard Talk. Pela primeira vez na vida vi um jornalista botando ele contra a parede, e me comovi. Ele fica realmente parecendo o que ele é: Presidente da República das Bananas, que é a versão e projeto dele para o Brasil.

primeira parte
segunda parte

4 Comentários:

Anonymous Eduardo E S Prado disse...

Flávia,

Dei muita risada vendo o FH se contradizendo e gaguejando o tempo todo enquanto tentava se explicar, principalmente na segunda parte. O entrevistador acertou no ponto a natureza das críticas do Efeagá ao governo Lula: Frustração _ e por que não dizer inveja? _ por não ter sido capaz de fazer um governo melhor.

Um trecho da entrevista, também na segunda parte, me lembrou a discussão que tivemos em nossos blogs sobre a questão da imprensa. Quando FHC diz que que durante o seu mandato nenhum membro do governo foi formalmente acusado de corrupção pela imprensa, o entrevistador emenda: "Mas o fato de ninguém ter sido acusado [de corrupção pela imprensa] durante seus dois mandatos talvez sugira que..." Ele não terminou a frase, foi interrompido pelo ex-presidente, mas nós sabemos o que isso sugere. Imprensa amiga é f%*a!

Parabéns pelo blog! Já adicionei à lista dos meus favoritos.

18/3/09  
Anonymous Flavia disse...

Edu,
Pra dizer a verdade minhas emoções foram tão contraditórias que chorei. Bom, não que eu não seja chorona, mas é que por um lado, a felicidade de ver o fdp ser encurralado era tamanha... e por outro, o ódio de ver aquele pulha... como é que ele tem coragem?


Que bom que você gostou.

19/3/09  
OpenID conversadebar.net disse...

Flávia,

A impressão que tenho é que o FHC pegou o bonde errado num determinado momento da sua vida e se recusa a descer. Ou estava no bonde errado faz tempo, desceu e hoje acertou o seu itinerário.

Sua carreira acadêmica teve muitos méritos e as suas posições políticas até os anos 80 sempre foram coerentes, tanto com a sua produção intelectual quanto com a sua história. O mesmo vale para sua esposa. Nos anos 90 tudo mudou. Existe uma frase atribuída a ele em que FHC pede que "esqueçam tudo o que eu escrevi".

Acho que FH não traiu apenas as suas convicções políticas _ e ao que parecem não eram tão convictas assim _, mas a sua própria história de vida. Hoje ele faz jus à condição de morador de Higienópolis com seu "olhar burguês de classe média", apartado da realidade do povo brasileiro e irritado (ou frustrado) com o progresso dos mais pobres.

Eduardo Prado

19/3/09  
Anonymous Flavia disse...

Edu,
Conta-se pelos cantos do departamento de sociologia da usp que Fernando Henrique sempre foi um cara bem fisiológico - do tipo o rei e os amigos do rei. Não sei se ajuda ou atrapalha em entender o cara...

19/3/09  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial